Ranço não é sentimento?

Atualizado: Jul 31

O termo “ranço”, tem sido utilizado juntamente com imagens, gifs e vídeos e, rapidamente, se transformou em memes populares na internet brasileira. É aplicado quando pretende-se referir a algo ou alguém que é desagradável. Entretanto, ranço não é um sentimento! Afinal, o que é o ranço?

O processo de oxidação lipídica em alimentos e é responsável pela produção de compostos que causam off flavors (odores desagradáveis). Neste processo, ocorrem alterações que afetam tanto a qualidade nutricional, por meio da degradação de vitaminas lipossolúveis e de ácidos graxos essenciais, quanto a integridade e segurança dos alimentos, por meio da formação de compostos poliméricos potencialmente tóxicos.

O oxidação lipídica é uma das reações mais importantes que ocorrem em óleos e gorduras. Tais componentes são muito suscetíveis em condições de presença de oxigênio, luz, umidade e calor. A presença desses fatores, interfere no prolongamento da vida útil de alimentos gordurosos, na rancificação, e consequentemente no aparecimento de off flavours.


O efeito nocivo das reações de oxidação pode ser minimizado basicamente com o uso de embalagens adequadas, armazenamento correto dos produtos com alto teor lipídico, e utilização de antioxidantes. Os antioxidantes utilizados pela indústria são de fonte sintética ou natural e atuam retardando a oxidação lipídica e o ranço. Neste sentido, é possível verificar que o termo “ranço”, apesar de não ser considerado um sentimento, é tão complexo como tal e envolve uma série de reações químicas que afetam a qualidade nutricional e sensorial dos alimentos.

8 visualizações
ESALQ Food_logo
Siga-nos nas redes sociais

Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo

Avenida Pádua Dias, 11  -  Caixa Postal 9  -  Piracicaba  - SP Brasil

CEP 13418-900     Tel: (19) 3429-4150

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • LinkedIn - Círculo Branco
download.jpg